EXPLOSÃO NA CIMED EM POUSO ALEGRE CHOCA TODA A REGIÃO

Pelo menos 26 pessoas ficaram feridas, três com ferimentos graves, após a explosão na Indústria Cimed Medicamentos, em Pouso Alegre, no início da manhã desta terça-feira (21). O Corpo de Bombeiros informou que após a explosão parte de um galpão desmoronou. Uma das vítimas foi socorrida em estado crítico.
Os feridos foram levados para o Hospital Samuel Libânio, e segundo a instituição, a maioria das vítimas sofreu ferimentos leves, como escoriações, e inalou muita fumaça. Os três feridos graves estão na UTI. Carlos Israel dos Santos Souza teve queimaduras em 90% do corpo, Jalber Mendes das Chagas sofreu um corte profundo na cabeça, na região da testa e dos olhos, e Gilmar Pereira de Oliveira inalou muita fumaça. As outras 23 pessoas seguem em observação.
O acidente aconteceu depois de um curto-circuito, dentro de uma estufa de secagem de medicamentos. Com o impacto, parte de um galpão desmoronou. o local foi interditado.
A Polícia Civil já compareceu ao local, e o trabalho de perícia foi realizado. O incêndio, que começou por volta de 6h30, foi controlado cerca de três horas depois.
Segundo a assessoria de imprensa da Indústria Cimed de Medicamentos, que tem sede em São Paulo, uma equipe da empresa já está na cidade acompanhando as investigações sobre a explosão. A unidade de Pouso Alegre possui cerca de 1,2 mil funcionários, e não seria possível neste momento dizer quantas pessoas trabalhavam ali na hora do sinistro.

Um dos funcionários encontra-se em estado crítico

 

Empresa tem 1200 funcionários, e não sabe dizer quantos estavam no local do acidente

 

Galpão onde ocorreu explosão foi interditado

CASSADO PELA JUSTIÇA, VEREADOR SE DESPEDE DA CÂMARA DE CARVALHÓPOLIS

Com direitos politicos suspensos por cinco anos, decisão de última instância, Luis Carlos se despede da Câmara de Carvalhópolis e agora só aguarda a posse de seu suplente

Numa reunião tranquila, até mesmo contrariando algumas expectativas, o vereador Luiz Carlos da Costa, de Carvalhópolis, se despediu dos colegas da Câmara do município, no noite de ontem (segunda, 20). Luiz teve os direitos políticos cassados pela Justiça de Machado, e o caso já foi transitado em julgado em 3ª instância.
Antes da sessão onde seria lido o ofício em que o Juizado ordena que a Casa Legislativa promova a substituição, o edil falou com a reportagem da Gazeta, e garantiu que não irá recorrer da decisão, embora acredite que tenha “caído em uma arapulca” dos vereadores da Situação, algo que foi negado pela bancada citada. Na plenária, ainda disse que não promoveu nenhum roubo ou desvio, e isso está devidamente reconhecido na sentença, que o condenou apena por conta de um erro administrativo (cometido quando ele era do Controle Interno da Prefeitura, durante mandato do seu falecido tio, o ex-prefeito José Irineu).
Enquanto ele discursava, alguns fogos chegaram a ser soltos do lado de fora. Luiz afirmou que já esperava por manifestações do gênero em sua entrevista.
A decisão da Mesa Diretora sobre a situação do jovem político será tomada em uma reunião realizada nesta terça-feira (21), às 17h00.
Os detalhes você confere em nossas próximas edições do grupo JPF.

ARROMBARAM QUARTEL DA PM DE CARVALHÓPOLIS E SE DERAM MAL

Quatro pessoas foram presas pela Policia Militar na madrugada deste domingo (19), após tentarem furtar armas do Quartel PM de Carvalhópolis. Dois homens e dois menores teriam entrado no local mediante arrombamento, enquanto os policiais de plantão davam apoio a uma festa na praça central da cidade. Nada foi levado, porque o que os bandidos queriam estava muito bem guardado em um cofre.

Um dos meliantes se cortou ao pular o muro da instituição, e deixou marcas de sangue espalhadas pelo local. Não demorou muito para que os policiais o encontrassem, com as mãos e a testa machucadas, e também aos outros três envolvidos. Todos foram levados para a Delegacia Regional de Alfenas, para os devidos procedimentos.

Detalhes em nossa próxima edição da Gazeta.