TENTATIVA DE ASSALTO FRUSTRADA EM PADARIA

O proprietário de uma panificadora, situada na Rua Coronel Azarias, no Jardim Letícia, passou por maus momentos no início da noite desta terça-feira (10), quando um meliante tentou assaltar o estabelecimento e ainda efetuou disparos de arma de fogo no interior do mesmo.

De acordo com dados obtidos pela reportagem da Gazeta, denúncia feitas à Sala de Operações da 164ª Cia. PM de Machado davam conta de que uma padaria e mercearia localizada no endereço citado anteriormente estava sendo alvo de um assalto à mão armada.

De posse dos dados, uma Guarnição se dirigiu ao estabelecimento comercial e se deparou com a vítima (proprietário da empresa). Assustado e meio nervoso, o homem relatou à Polícia que se encontrava normalmente na padaria, quando foi surpreendido por um indivíduo baixo, magro, de pele morena clara, trajando calça jeans, blusa laranja, capacete branco e óculos transparente, que empunhava um revólver calibre .38 e já chegou anunciando o assalto.

Diante da situação, o comerciante se escondeu atrás do balcão, e o ladrão, extremamente agitado, disparou algumas vezes em sua direção, mas não o acertou. Depois, o bandido foi adentrando o estabelecimento comercial rumo ao caixa, mas a vítima aproveitou-se de um descuido do autor e lançou uma cadeira e várias vassouras que se encontravam à amostra sobre ele.

Naquele momento, o meliante efetuou mais um tiro e saiu correndo em direção a uma motocicleta Honda CB, de cor prata, que se encontrava estacionada na Travessa Waldivino Generoso, evadindo sentido ao bairro Jardim América.

Com a fuga do autor, o comerciante averiguou o local e visualizou duas perfurações dos disparos de arma de fogo em lugares distintos de sua empresa: um na vitrine de pães e o outro em uma parede nos fundos.

Após fornecer sua versão dos fatos, o homem foi indagado pelos membros da Guarnição se o lugar possui sistema de filmagem. Respondendo positivamente, ele cedeu as imagens aos militares, que identificaram o suspeito e saíram em rastreamento. No entanto, para facilitar as buscas, os policiais se deslocaram até a residência dele, onde foram recebidos por sua mãe.

Indagada sobre o paradeiro do filho, a mulher apenas informou que o jovem não se encontrava em casa e que tinha saído há aproximadamente trinta minutos antes da chegada da Guarnição, em uma Honda CB, trajando blusa amarela e capacete branco.

Como a mãe do suspeito não autorizou a entrada dos militares em sua residência, as guarnições continuaram o rastreamento em busca de outros dados, mas sem êxito.

A vítima relatou que não foi levado nenhum pertence pessoal ou de seu estabelecimento, ficando orientada sobre como proceder posteriormente.

Um Boletim de Ocorrência foi confeccionado sobre o caso e será encaminhado à Delegacia.