MORADORES UTILIZAM REDES SOCIAIS PARA COBRAR AÇÕES DA PREFEITURA