SOLDADOS DO EXÉRCITO MORREM EM ACIDENTE COM CAMINHÕES NA FERNÃO DIAS

Mais um acidente grave na rodovia Fernão Dias deixou três pessoas mortas e pelo menos 29 feridas na tarde desta terça-feira (21). Os veículos envolvidos foram um caminhão do Exército e outro carregado com papel higiênico. O sinistro ocorreu perto da cidade de Campanha.
O caminhão com soldados, oriundo de Jundiaí (SP), seguia para a ESA (Escola de Sargentos das Armas) de  Três Corações.  Não se sabe porque, o motorista teria perdido o controle e veículo rodou na pista, capotando em seguida. O utilitário que transportava papel não conseguiu parar e bateu. Outro caminhão do exército, que vinha logo atrás do primeiro, também se envolveu nas colisões.
Dois soldados morreram no local, um deles prensado pela carroceria do pesado transporte, e o terceiro faleceu enquanto era encaminhado ao Pronto Socorro. Entre os feridos, ainda há vitimas graves, que foram levadas para Três Corações e Varginha.
A pista ficou interditada por várias horas, com destaque para os mais de 10 quilômetros de congestionamento no sentido Belo Horizonte, mas por volta das 18h30 tudo foi normalizado.
Nesta quarta-feira, as familias dos mortos ainda aguardavam a liberação dos corpos para os sepultamentos.

Internautas enviaram imagens dramáticas do acidente à nossa reportagem

 

 

 

EXPLOSÃO NA CIMED EM POUSO ALEGRE CHOCA TODA A REGIÃO

Pelo menos 26 pessoas ficaram feridas, três com ferimentos graves, após a explosão na Indústria Cimed Medicamentos, em Pouso Alegre, no início da manhã desta terça-feira (21). O Corpo de Bombeiros informou que após a explosão parte de um galpão desmoronou. Uma das vítimas foi socorrida em estado crítico.
Os feridos foram levados para o Hospital Samuel Libânio, e segundo a instituição, a maioria das vítimas sofreu ferimentos leves, como escoriações, e inalou muita fumaça. Os três feridos graves estão na UTI. Carlos Israel dos Santos Souza teve queimaduras em 90% do corpo, Jalber Mendes das Chagas sofreu um corte profundo na cabeça, na região da testa e dos olhos, e Gilmar Pereira de Oliveira inalou muita fumaça. As outras 23 pessoas seguem em observação.
O acidente aconteceu depois de um curto-circuito, dentro de uma estufa de secagem de medicamentos. Com o impacto, parte de um galpão desmoronou. o local foi interditado.
A Polícia Civil já compareceu ao local, e o trabalho de perícia foi realizado. O incêndio, que começou por volta de 6h30, foi controlado cerca de três horas depois.
Segundo a assessoria de imprensa da Indústria Cimed de Medicamentos, que tem sede em São Paulo, uma equipe da empresa já está na cidade acompanhando as investigações sobre a explosão. A unidade de Pouso Alegre possui cerca de 1,2 mil funcionários, e não seria possível neste momento dizer quantas pessoas trabalhavam ali na hora do sinistro.

Um dos funcionários encontra-se em estado crítico

 

Empresa tem 1200 funcionários, e não sabe dizer quantos estavam no local do acidente

 

Galpão onde ocorreu explosão foi interditado